Aprenda a limpar a orelha de seu cão corretamente

Aprenda a limpar a orelha de seu cão corretamente

Você sabe limpar a orelha do seu cão? Para explicar qual a melhor forma de higienizar essa parte do corpo e impedir infecções e otites, entrevistamos a veterinária Mariana Epifânio, especialista em cirurgia de pequenos animais, da Clínica Bichos e Amigos. Ela alerta sobre a diferença entre ouvido e orelha e que a limpeza deve ser feita somente na parte externa. O ouvido, que é a parte do conduto, deve ser manuseado somente por ordem e supervisão de um veterinário.

 

1 – Por que é importante limpar as orelhas do cão?

R- A higienização adequada das orelhas é importante para a saúde dos cães pois evita certos tipos de otites.

 

2 – Algumas raças de cachorros, devido ao formato e tamanho da orelha, podem ter mais problemas no ouvido? Explique.

R- Cães de “orelha em pé”, que ficam em ambientes externos, tendem a fazer infecções decorrentes da entrada de água por chuva, por exemplo. Os de “orelhas caídas”, principalmente com as orelhas grossas, tendem a apresentar orelhas mais úmidas e abafadas, podendo desenvolver otites.

 

3 – Qual é a forma correta de limpar a orelha do cão? Quais produtos usar e com que frequência?

R- A forma correta de limpar as orelhas é com algodão ou gaze levemente úmido, com o dedo, com o produto mais adequado para cada animal. A frequência da limpeza depende de fatores individuais, como a quantidade de cerume que cada animal produz.

 

 

4 – A limpeza no ouvido feita de forma errada pode causar doenças/problemas? Quais?

R- É importante diferenciar a orelha do ouvido. A orelha é toda a parte externa e o ouvido é constituído pelo conduto.
O ouvido não deve ser manipulado, a menos que por ordem e sob supervisão de um veterinário. A limpeza feita de forma incorreta pode acarretar em infecções e ferimentos.

Publicidade

 

5 – Quais erros devem ser evitados no momento de limpar a orelha do seu cão?

R- As principais atitudes a serem evitadas são a manipulação do conduto com pinças, cotonetes e objetos contundentes, que podem causar lesões.

 

6 – A limpeza correta dos ouvidos evita a ocorrência de otite e outras doenças? Quais? Explique.

R- Sim. A limpeza correta, com a frequência adequada, está entre as principais atitudes a serem tomadas para evitar as otites. A verificação periódica das orelhas e dos ouvidos ajuda a diagnosticar alterações precoces e evitar problemas mais graves, como infecções, que alcançam os tímpanos e que podem levar à surdez ou problemas de equilíbrio.

 

7 – Quais são as principais causas de otite?

R- As principais causas das otites são manejo inadequado, excesso ou falta de limpeza e a não proteção dos condutos durante o banho. É preciso lembrar que as orelhas fazem parte do tecido da pele. Desta forma, alterações dermatológicas, hormonais e alérgicas, podem causar problemas nas orelhas do bichinho.

 

Gostou das dicas? Continue nos seguindo aqui e nas redes sociais do e-animals!

Compartilhe:
12 de dezembro de 2019 / por / em ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *