Cuidados com os cães idosos

Cuidados com os cães idosos

Seu cão está ficando velhinho? Você sabe a partir de qual idade um cachorro é considerado idoso? E quais os cuidados que devemos ter com eles? Para saber mais sobre esse assunto, entrevistamos, abaixo, Monique Silva, médica-veterinária e fundadora da Clinicão, franquia pet pioneira com unidades em São Paulo e Minas Gerais.

 

1 – Com quantos anos um cão é considerado idoso e quais são os sinais dos cães idosos?  

Cães são considerados idosos a partir dos 8 anos. Cuidados devem ser tomados com os dentes uma vez que podem acumular cálculos e ter retração de gengiva. Normalmente acontece o clareamento dos pelos da face, orelhas e patas ficam grisalhos. Podem apresentar dor articular, diminuição da visão e da audição.

 

2 – Quais são os cuidados que precisam ser tomados com a chegada da idade do cão?

Checkup anual é o ideal, com um exame geral verificando as funções hepática, renal e cardíaca. Medição frequente da glicose para verificar a incidência de diabetes.

Publicidade

 

3 – A alimentação deve ser mudada? Por que e como? Quais os nutrientes que deve ter mais atenção na alimentação?

Dietas com pouco sal e baixa caloria para melhorar a condição corporal. O ideal é a utilização de alimentos comerciais de boa qualidade que são completos e balanceados. Se optar pela alimentação natural, é importante fazer cardápio com nutricionista veterinário para balanceamento ideal da refeição. A alimentação do cão idoso deve considerar a proporção de proteínas ideal e de gordura. Com isso, podemos evitar as principais doenças nutricionais como diabetes e alta de triglicérides e colesterol.

 

4- Os passeios devem continuar com a mesma frequência? O que evitar?

Passear é sempre bom. Exercícios são fundamentais também para a saúde do pet. Cuidado com a intensidade dos exercícios pois, como nas pessoas, pode haver lesão muscular ou nas articulações, caso haja excesso.

 

5- A rotina do banho deve ser alterada? É comum surgirem problemas de pele?

A rotina de banhos pode ser mantida. A pele pode apresentar algumas alterações, como manchas e pequenos nódulos, marcas de senilidade, assim como diminuição no volume da pelagem e ressecamento da pele.

 

 

6- As idas ao veterinário devem aumentar? Existem exames, por exemplo, que devem ser feitos com mais frequência para evitar doenças?

O ideal é visitar o veterinário pelo menos a cada seis meses para vacinação e exames preventivos. Os exames recomendados normalmente são eletrocardiograma, ultrassom, hemograma, bioquímica sanguínea, exame de urina e de fezes. Pode-se também solicitar outros exames a critério do médico veterinário.

 

Curtiu as dicas? Continue nos seguindo aqui e nas redes sociais do e-animals!

 

Compartilhe:
9 de abril de 2020 / por / em , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *