Você conhece a raça oriental havana?

Você conhece a raça oriental havana?

gato havana é proveniente da Europa do século XIX, mais concretamente da Inglaterra, onde começaram a criá-lo selecionando os siameses marrons. Mais para a frente, os siameses marrons misturaram-se com o chocolate point e é aí que a raça adquire as caraterísticas que os criadores continuam procurando nos dias de hoje.

Além disso, é importante referir que o seu nome não provém de cuba como poderíamos pensar. Esta raça tem este nome devido à sua pelagem escura cor tabaco.

 

Caráter

O gato havana é um doce companheiro que lhe pedirá atenções e afeto todos os dias. Trata-se de um gato ativo e muito vivo que gosta de brincar e de fazer coisas novas. Isso deve-se à genética que lhe concedeu o gato siamês, o que faz com que seja uma raça de gato especialmente carinhosa.

Muitas pessoas escolhem essa raça pela sua forma particular de ser. Costuma ter afeto por um membro da família a quem é fiel por toda a vida. Se decidir adotar um gato e tiver ao seu alcance um exemplar como este não se irá arrepender. O caráter independente e, por sua vez sociável do havana irá deixá-lo apaixonado.

 

 

Características

Considerado de médio porte, esse gato costuma pesar de 2,5 a 4,5kg. O felino possui uma cabeça alongada em formato triangular, com um crânio arredondado e um focinho ligeiramente quadrado. Suas orelhas são grandes e os olhos quase sempre se apresentam na cor verde. A cauda do havana costuma ser fina.

Publicidade

A pelagem desse gato é bem curta, sedosa, fina e com certo brilho, podendo se apresentar em tons de chocolate ou de avelã. O corpo é proporcional e levemente musculoso. As pernas dianteiras são finas e longas. A expectativa de vida desse gato é de aproximadamente 14 anos.

 

Saúde

Tal como em todas as raças, recomendamos que vá com ele ao veterinário logo de filhote para que receba as vacinas e desparasitações que precisa. Trata-se de uma raça resistente embora as doenças que mais o afetem sejam: resfriados, anomalias pulmonares ou respiratórias e endoparasitas.

 

 

Cuidados

Embora se trate de um gato muito ativo, se adapta bem à vida no interior de casa. Além disso, não precisa de cuidados específicos pois tem o pelo curto e uma escovação semanal será suficiente. As atividades são uma parte importante para essa raça que precisa exercitar a sua musculatura diariamente. Por esse motivo, é importante dedicar um tempo para fazer exercícios com ele como também procurar um brinquedo com o qual ele se entretenha.

Ter uma alimentação saudável resultará em um gato saudável, forte e com o pelo bonito. Além disso, deverá protegê-lo do frio e da umidade excessiva. Lembre-se que castrar o seu gato é uma opção inteligente e solidária, que nos lembra a grande quantidade de gatos que são abandonados diariamente. Evita infecções, mau humor e uma ninhada surpresa.

Gostou das informações? Então continue nos seguindo aqui e nas redes sociais do e-animals!

 

 

Compartilhe:
21 de fevereiro de 2020 / por / em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *