Você conhece a raça scottish fold?

Você conhece a raça scottish fold?

É muito provável que você conheça o gato scottish fold por causa de sua orelha dobrada. Essa característica ocorreu graças a um gene dominante de uma mutação conhecida como folded ear, responsável pelo nome dado a essa raça de gato doméstico. Uma variação de pelo longo foi criada a partir do cruzamento do scottish fold com o persa, gerando assim o highland fold ou scottish fold longhair que possui aparência de ursinho.

O scottish fold é um gato indicado para pessoas que possuem outros animais de estimação, crianças, que nunca tiveram gatos, solteiros ou casas com pessoas ativas. Essa raça é bastante amável, sendo um companheiro meigo que realmente gosta de estar perto das pessoas e conviver com elas. Algumas pessoas comparam o scottish fold com uma coruja graças as suas orelhas e seus grandes olhos. O cruzamento entre as raças scottish e highland fold não é desejável, pois pode causar graves anomalias ósseas.

 

Comportamento

O gato da raça scottish fold pode ser descrito como um gato bastante calmo e pouco dominante, por causa disso convive muito bem com outros gatos e com cachorros, sendo ideal para a vida familiar. Seu miado é discreto e suave, não sendo um gato muito vocal. É um companheiro afetuoso e brincalhão. Por outro lado, o scottish fold é excelente caçador, se mostrando bastante resistente.

Essa raça adora passar tempo com o dono, preferindo, muitas vezes, ficar no colo a brincar de pegar objetos. Sua adaptação a novas situações é fácil, provavelmente por seu temperamento dócil e sua necessidade de pouco espaço. Um comportamento mal humorado é raro. É inteligente e, geralmente, pouco tímido. Vai te seguir pela casa e alguns podem até aprender abrir armários e portas sozinhas.

 

 

Cuidados específicos

A escovação de seu pelo deve ser semanal, mas na época de muda deve ser feita com maior regularidade. A variação de pelo longo deve ser escovada com maior frequência em qualquer época do ano. Na scottish fold é prudente dar atenção especial a suas orelhas, as limpando pelo menos duas vezes no mês.

Publicidade

 

Origem

 O professor Cornevin descreveu em seu “Tratado de Zootecnia”, ano de 1897, um gato de orelhas pendentes e pelo curto. Essa raça vivia na China e era usualmente engordada para consumo. No entanto, o scottish fold só foi observado na Escócia pela primeira vez em 1961. Uma mutação genética gerou um gene dominante que causou a dobra do pavilhão auricular para frente, dando a raça sua característica orelha dobrada para frente.

Infelizmente, esse gene acabou causando anomalias em nível de articulação, membros e cauda, levando as associações felinas a suspender o registro da raça scottish fold. Em 1971 alguns gatos dessa raça foram enviados a uma geneticista americana, Neil Todd, que conseguiu retomar a criação da raça, realizando cruzamentos da raça com américa, exotic e bristih shorthair a fim de evitar os problemas de articulação. A raça ganhou grande destaque nos Estados Unidos, sendo reconhecida pelas associações felinas do país, no entanto, acabou ficando rara na Europa para onde retornou em 1980.

 

Quer saber mais sobre o mundo animal? Então continue nos seguindo por aqui e nas redes sociais do e-animals.

Compartilhe:
13 de janeiro de 2020 / por / em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *